Blog especializado em notícias policiais em Piracicaba e região

Justiça decreta prisão preventiva de Guarda acusado de matar adolescente; ele deverá ficar preso até a data do julgamento

O guarda-civil de Piracicaba que está sendo acusado de matar um adolescente de 16 anos no mês de maio, na região da avenida Raposo Tavares, Jardim Ibirapuera, vai ficar preso até a data do julgamento.

É que foi decretada a prisão preventiva dele, já que a temporária – que já havia sido prorrogada – venceu ontem (11).

No dia do crime, o adolescente foi socorrido por colegas que acionaram serviço de emergência, mas ele não resistiu.

Investigando, e ouvindo testemunhas, a delegada juliana Pereira Ricci, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de Piracicaba, apurou que o guarda que seria o autor.

Preso 11 dias após o assassinato, o GC alegou que agiu em legítima defesa. Disse que o menor fez um movimento brusco e ele achou que o adolescente iria atirar contra ele. O laudo do exame necroscópico mostrou que o adolescente foi baleado quando estava de costas.

Semana passada foi feita a reconstituição do crime, depoimentos que faltavam foram tomados e a prisão preventiva requisitada pela autoridade policial.

O Guarda, que está preso em uma unidade prisional próxima a Piracicaba, deverá ser levado para uma cadeia mais distante – a pouco mais de 270 Km. Por medidas de segurança, ele permanece isolado dos outros detentos.

Pela corporação corre um processo administrativo.

Foto: Divulgação

redação

Deixe seu Comentário

Online

contador de visitantes

Hospedado por ServerPro