Blog especializado em notícias policiais em Piracicaba e região

Homem é preso após jogar líquido branco nas nádegas de mulheres; polícia descobriu que ele filmava e usava os vídeos para se masturbar

Nos meios policiais surgem todos os tipos de ocorrências, das mais comuns às mais inusitadas. Porém, uma que foi registrada na tarde desta quinta-feira parece fugir de tudo o que já se viu nas delegacias de Piracicaba.

Trata-se de um homem de 31 anos, preso por Importunação Sexual, e que fazia algo, no mínimo, muito esquisito: andava com saquinhos de Juju cheios de líquido branco, jogava nas nádegas das mulheres e, sem que elas percebessem, ele as filmava.

Segundo descobriu a polícia, ele se masturbava assistindo aos vídeos. Porém, a empreitada criminosa dele teve fim nesta quinta-feira, após duas investidas dele. Uma das vítimas estavam numa loja.

Durante patrulhamento preventivo pela área central os guardas-civis Cerqueira e Felipe, que patrulham com motos, foram alertados pela Central 153 que um homem com mochila escura – também foi detalhada a roupa dele -, estava importunando mulheres no Centro.

Alguns minutos depois, a Central informou que ele havia sido detido por populares, no cruzamento das ruas XV de Novembro com Governador Pedro de Toledo. Ali, umas mulheres se identificaram como vítimas e contaram o que ele estava fazendo.

Na mochila dele havia sete saquinhos com o líquido, que era creme de leite. Havia outros saquinhos vazios também. Questionado, ele confessou que apertava os saquinhos pra jorrar o líquido nas vítimas.

Disse que assim satisfazia seu desejo sexual. Ele foi levado para a Delegacia de Defesa da Mulher e autuado em flagrante pela delegada Juliana Pereira Ricci.

Nesta sexta-feira ele será apresentado em audiência de custódia. Outras vítimas também prestaram queixa. Todo o material foi apreendido e será periciado.

Se mais alguma mulher foi vítima dele pode comparecer à Delegacia de Defesa da Mulher, à rua Alferes José Caetano, entre ruas XV de Novembro e Moraes Barros, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

As vítimas podem ficar tranquilas que suas identidades serão preservadas.

Foto: Guarda Civil

 

redação

Deixe seu Comentário

Online

contador de visitantes

Hospedado por ServerPro