Blog especializado em notícias policiais em Piracicaba e região

DIG de Piracicaba acaba com excursão para festa Rave e leva 14 para a delegacia; operação teve apoio da Guarda Civil

A operação, que recebeu apoio da Guarda Civil, aconteceu na tarde deste sábado (26), tendo a abordagem policial ocorrido na área central de Piracicaba.

Policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) receberam diversas denúncias que uma jovem de 25 anos, já conhecida nos meios policiais, e organizadora das excursões, vendia drogas sintéticas junto com os ingressos para festas Rave.

Nesta tarde os investigadores, apoiados por guardas-civis, entre eles mulheres, abordaram 14 pessoas que aguardavam um ônibus que as levaria para Montemor.

Todas as pessoas foram levadas para o Plantão Policial de Piracicaba, sendo três autuadas em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, conforme disposto no artigo 33 da Lei de Drogas.

De acordo com os policiais da DIG, tais drogas tem efeitos alucinógenos com duração de 6 a 9 horas. Também foram apreendidas porções de maconha, cocaína e uma porção da droga conhecida por “Key”, a qual nada mais é que um anestésico equino.

Quando usada por humanos, essa “Key” proporciona efeitos similares ao das drogas do tipo ecstasy. Recentemente, um jovem da cidade de Limeira foi até uma festa Rave por meio de uma excursão organizada pela denunciada de hoje e faleceu após passar mal, fato esse ocorrido na cidade de Andradas-MG.

As drogas foram encaminhadas para o Instituto de Criminalística de Piracicaba. Pela guarda edtavam Renata C., Everton, Miranda, Macedo, Cerqueira e Lécio.

Fotos: Polícia Civil e Reprodução de Vídeo

redação

2 Comentários

  • Esse tipo de operação deveria ser constante, pois esse tipo de festa sei lá oq pchama, é somente pra destruir vidas e familias….. parabéns a DIG q seja constante essas abordagens é seja com sucesso ????????

  • Parabens a polícia de Piracicaba que agiu com sabedoria e acabou com a festa destes meliantes.
    São a escória da sociedade, a pena mínima pra esse tipo de crime deveria ser 30 anos.
    Essas pessoas não podem ficar em contato com a sociedade, pois são pragas de pior nível.

Online

contador de visitantes

Hospedado por ServerPro